O Edital SENAI SESI de Inovação tem uma novidade na edição de 2016: a possibilidade de grandes corporações lançarem desafios específicos a serem solucionados por jovens empresas e startups. Instituições interessadas podem apresentar propostas a qualquer momento.

Em 12 de agosto serão escolhidos desafios que vão ser lançados pelo Edital ainda neste ano. As sugestões apresentadas após essa data farão parte da edição de 2017. A exigência é que a empresa invista no projeto selecionado, pelo menos, o mesmo volume aplicado pelo SENAI, com valor mínimo de R$ 75 mil. A instituição-âncora poderá, a seu critério, empregar quantias superiores. As empresas devem preencher o modelo de submissão de desafios constante na aba biblioteca do site Portal da Indústria. O documento também deve ser enviado para o email equipeinovacao@cni.or.br.

A agência de inovação sueca Vinnova, a aceleradora de empresas Techmall S.A e a Fundepar, gestora de um programa de investimentos para firmas emergentes, já apresentaram desafios específicos por meio do Edital SENAI SESI de Inovação. “Nosso objetivo é conectar empresas nascentes, principalmente as startups, com a grandes indústrias e, assim, fortalecer as cadeiras produtivas industriais no campo da inovação”, afirma o Diretor Geral do SENAI, Rafael Lucchesi.

Com investimento de R$ 2 milhões, a Vinnova lançou desafio para empresas do setor aeronáutico. Serão selecionadas dez ideias de protótipos conceituais ou estudos de viabilidade técnica em áreas tecnológicas como sistemas inteligentes de bordo e tráfego aéreo. Cada projeto receberá R$ 100 mil aportados pelo SENAI aos integrantes brasileiros da equipe e R$ 100 mil pela agência aos membros suecos. “O objetivo neste primeiro momento é encontrar parceiros e testar as suas ideias para verificar a viabilidade e impacto da inovação proposta”, explica o Gerente Executivo de Inovação do SENAI, Marcelo Prim. “No futuro, poderemos dar prosseguimento à parceria para colocar de fato as melhores ideias no mercado”. As propostas têm de ser apresentadas em inglês até 30 de novembro. Os protótipos serão desenvolvidos entre julho de 2017 e julho de 2018.

Startups de base tecnológica de Minas Gerais ou que tenham interesse em se estabelecer no estado, podem inscrever-se até 27 de julho, projetos nas áreas de internet das coisas e de dispositivos vestíveis, preferencialmente associados à análise de Big Data. Serão selecionadas duas ideias e cada uma receberá R$ 900 mil. O desafio foi apresentado pela Fundepar, que irá repassar R$ 500 mil destinados ao custeio da operação da startup e demais despesas estratégicas do negócio. O recurso investido pelo SENAI (R$ 400 mil) deverá ser usado no desenvolvimento tecnológico do projeto.

O Edital também seleciona, até 27 de julho, projetos na área do agronegócio e Internet das Coisas apresentados por startups de base tecnológica de Minas Gerais ou que tenham interesse em se estabelecer no Estado. Serão aportados R$ 150 mil pela Techmall e pelo SENAI, além de R$ 120 mil oferecidos pela empresa por meio de um programa de aceleração e benefícios de parceiros.

CULTURA DE INOVAÇÃO – O Edital SENAI SESI de Inovação integra os esforços do Sistema Indústria para promover a cultura de inovação no País e aumentar a competitividade das empresas. Além de desafios específicos, o Edital também está recebendo propostas de empresas e startups interessadas em financiamento para projetos de inovação tecnológica em diversas áreas. Neste ano, serão aportados R$ 23,6 milhões, a maior parte (R$ 20 milhões) executada pelo SENAI e o restante (R$ 3,6 milhões) pelo Serviço Social da Indústria (SESI). Nesse último caso, são financiadas iniciativas que reduzam riscos de doenças e de acidentes de trabalho na indústria.

Os projetos serão selecionados com base em critérios como o potencial de inovação e de comercialização do produto ou do processo. O edital prevê um bônus de 50 pontos para as seguintes startups inovadoras:

  • As formadas a partir de projetos finalistas do INOVA SENAI Nacional a partir de 2015;
  • As apoiadas por programas de aceleração do SENAI;
  • As finalistas da fase 3 do programa Inovativa Brasil do MDIC a partir de 2014;
  • As apoiadas pelo programa Startup Brasil do MCTI em 2016;
  • As finalistas das edições do Lemonade de 2016;
  • As vencedoras do ITA Challenge 2016;
  • As selecionadas pelo SENAI no Open 100 Startups 2016.

Além do fomento, o SENAI oferece apoio na forma de infraestrutura. Uma rede nacional com 25 Institutos de Inovação realiza pesquisa tecnológica e desenvolve novos produtos e soluções diretamente com empresas de todos os portes. O SENAI conta ainda com 57 Institutos de Tecnologia com 1,2 mil especialistas que prestam serviços em áreas como metrologia, testes de qualidade, consultoria em processos produtivos específicos de diferentes setores, entre outros.

Desde a primeira edição, em 2004, até 2015, o Edital de Inovação recebeu 5.450 propostas. Ao todo, 686 projetos já foram aprovados.

Veja abaixo as principais regras para submeter projetos

 Período de submissão – Até 7 de novembro, empresas interessadas no financiamento podem apresentar propostas.

 Anúncio das seleções – Os resultados são apresentados em três momentos: 25 de julho e 7 de novembro de 2016 e 20 de fevereiro de 2017. Dessa forma, a liberação dos recursos é mais rápida para os primeiros selecionados.

 Categorias do edital

-Inovação tecnológica, para projetos de até R$ 400 mil

-Protótipos de inovação, para projetos de até R$ 150 mil

-Inovação em Saúde e Segurança no Trabalho e Promoção da Saúde, para projetos de até R$ 400 mil

Desafios lançados por instituições-âncora

Vinnova

Soluções em aeronáutica
10 projetos serão selecionados
Cada proposta receberá R$ 200 mil
Prazo final: 30 de novembro de 2016

Fundepar

Soluções em Internet das Coisas e dispositivos vestíveis
2 projetos de startups de Minas Gerais serão selecionados
Cada proposta receberá R$ 900 mil
Prazo final: 27 de julho de 2016

Techmall

Soluções em: agronegócio e Internet das Coisas
2 projetos de startups de Minas Gerais serão selecionados
Cada proposta receberá R$ 150 mil, além de R$ 120 mil oferecidos pela Techmall por meio de um programa de aceleração e benefícios de parceiros.
Prazo final: 27 de julho de 2016

Seleção das instituições-âncora

Instituições interessadas podem apresentar propostas a qualquer momento preenchendo o documento modelo de submissão de desafios constante na aba biblioteca do site Portal da Indústria. Após o preenchimento, o documento deve ser enviado para o email equipeinovacao@cni.or.br.

Em 12 de agosto serão escolhidos desafios que vão ser lançados pelo Edital ainda neste ano. O anúncio dos selecionados será feito em 10 de outubro.