* Por Alex Jacobs

Esta é uma oportunidade que muitas pessoas não sabem que possuem. Você poderia ser sócio de empresas como: Peixe Urbano, Easy Taxi, Buscapé, Dafiti, Netshoes, Viajanet, Kekanto, ChefsClub e outras mais!

No Brasil, quando juntamos um dinheirinho a mais, ainda preferimos investir em imóveis ou em produtos financeiros, como: poupança, bolsa, renda fixa, etc. Mesmo sabendo que não há muito que fazer, para que seu investimento tenha um desempenho maior e mais agressivo.

Porém existe outra opção, no qual você pode fazer a diferença, que é investindo em startups e se tornando sócio de uma delas. Você terá a oportunidade de participar da sua governança, considerando baixo envolvimento de tempo com foco no direcionamento, na estratégia e caso tenha tempo, também na gestão da empresa.

Se você reconhece sua capacidade em ajudar uma empresa nascente a crescer, seja pelo seu conhecimento em um setor da economia, pelo seu conhecimento de gestão e operação de empresas ou pelo conhecimento de uma tecnologia – o que é um diferencial – pegue um pouco de sua poupança e arrisque-se a criar uma história de sucesso. Esse investimento pode te trazer muito retorno, seja financeiro, profissional ou trazendo impacto positivo para um determinado mercado.

No Brasil faltam investidores para as fases iniciais de uma startup, mas é justo nesta fase que as grandes oportunidades aparecem, principalmente para quem quer uma porcentagem maior na sociedade ou quer realmente participar da gestão da empresa.

Como entrar neste mundo como investidor? Comece lendo muito e entrando em contato e se associando a ABVCAP e a Anjos do Brasil.

Depois de decidir investir, você precisará da ajuda de uma Aceleradora para garantir que a startup esteja pronta para receber seu dinheiro e que ele seja gasto para atingir os objetivos que te convenceram a entrar no negócio. Além do que, as Aceleradoras vivem selecionando, anualmente, centenas de proponentes. Algumas poucas startups com maior probabilidade de se valorizarem e gerarem uma saída ou exit são selecionadas e trabalhadas neste processo.

Um exit é um novo investimento externo na startup, e que permite aos investidores iniciais terem lucro que pode chegar a várias vezes o valor investido ao venderem sua parte na sociedade total ou parcialmente.

Para que a chance de um exit ocorra, as Aceleradoras colocam neste serviço suas conexões com o mercado e rede de mentores, apoiados por uma metodologia na forma de trabalho, infraestrutura, investimento e outros benefícios.

Caso queira conhecer melhor como a ABRAII trabalha apoiando esse processo junto as Aceleradoras, acesse nosso site. Esperamos que você se arrisque e conheça novas formas de investir e fazer a diferença.


alexandre-bcsAlex Jacobs é diretor executivo da ABRAII e sócio-fundador da OBR (Outsource Brazil), Aceleradora de Startups localizada no Rio de Janeiro e São Francisco, na Califórnia. Empreendedor e Executivo como mais de 30 anos de experiência. Trabalhou no Brasil e no Estados Unidos em diversas multinacionais de Tecnologia e Consultoria antes de fundar a aceleradora em 2012.