O PiniOn, aplicativo voltado para o relacionamento de consumidores e marcas, acaba de anunciar um aporte de R$ 1,2 milhão vindo de três investidores-anjo (os nomes deles não foram divulgados). Fundada em janeiro de 2012, a companhia começou a testar sua plataforma em fevereiro deste ano e afirma já contar com 10 mil usuários.

Por meio do aplicativo, as marcas podem promover missões com o objetivo de fazer com que os consumidores opinem e interajam com as empresas e disputem pontos e dinheiro. “Apostamos neste modelo, pois há ganhos para ambos os lados. As companhias sentem a necessidade de um feedback imediato do que está acontecendo no mercado e o público brasileiro, engajado por natureza, poderá expressar sua opinião, atestar a qualidade de produtos e serviços relevantes a ele, compartilhar informações e ainda serem remunerados para isso”, explica Eduardo Grinberg, fundador do PiniOn, segundo comunicado divulgado.

Segundo Ygor Lemos, CTO da empresa, os recursos do aporte serão usados para aperfeiçoar a experiência do usuário com o app e ampliar a presença no mercado da PiniOn.

Para usar o aplicativo, as empresas e marcas expressam suas demandas ao pessoal da PiniOn, que publica as missões e capta a opinião dos usuários sobre as mais diversas questões –desde o valor de marca até a localização de produtos em lojas. Os usuários são notificados sempre que as novas missões estão disponíveis e as recompensas são pagas de acordo com a complexidade e o prazo da resposta.

Foto: Jorge Quinteros/Flickr (Acesse o original)